19 jan 2018 sexta-feira 21:00
Sala Suggia
Te Deum
Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música
19 Janeiro 2018 Te Deum
  • tags:
    Agrupamentos residentes
    Baldur Brönnimann
    Sala Suggia

    ORQUESTRA SINFÓNICA DO PORTO CASA DA MÚSICA

    CORO CASA DA MÚSICA

    Baldur Brönnimann direcção musical

    Eduarda Melo soprano

    Elisabeth Kulman meio-soprano

    Robert Murray tenor

    Frode Olsen barítono

    Luís Filipe Sá piano 

     

    Franz Schubert Ständchen, de Schwanengesang

    Franz Schreker Abertura Die Gezeichneten

    Georg Friedrich Haas Dark Dreams (estreia em Portugal)

    Gustav Mahler Blumine

    Anton Bruckner Te Deum

     

     

    A Orquestra Sinfónica junta‑se ao Coro Casa da Música e a um elenco internacional de solistas para a interpretação do Te Deum de Bruckner. O compositor considerava-o o orgulho da sua vida e Mahler chamava-lhe “Te Deum para as vozes dos anjos, abençoado pelo céu, para corações castigados e almas purificadas no fogo.” O concerto tem início com o Canto do Cisne, a belíssima canção de Schubert mundialmente conhecida, e conta com a estreia em Portugal de uma obra de Georg Friedrich Haas, Compositor em Residência 2018: Dark Dreams.

    A paisagem sonora que Haas cria através dos recursos orquestrais é verdadeiramente surpreendente e remete o ouvinte para ambientes cinematográficos e pictóricos fantásticos.

     

    Comentários

    • Baldur Brönnimann
      direcção musical
    • Elisabeth Kulman
      meio-soprano, contralto
    • Eduarda Melo
      soprano
    • Robert Murray
      tenor
    • Frode Olsen
      barítono
    • Franz Schubert
    • Franz Schreker
    • Georg Friederich Haas
    • Gustav Mahler
    • Anton Bruckner