12 mar 2020 quinta-feira 21:00
Sala Suggia
Dave Holland, Kenny Barron e Johnathan Blake
Ciclo Jazz
12 - Dave Holland, Kenny Barron e Jonathan Blake
  • tags:
    Sala Suggia

    Tendo em consideração as recomendações da Organização Mundial de Saúde, a orientação publicada pela Direcção Geral de Saúde e as decisões já tomadas pelas autoridades locais e nacionais sobre a frequência de espaços públicos até ao dia 3 de Abril, no contexto da prevenção e contenção da propagação do novo coronavírus (COVID-19), a Fundação Casa da Música decidiu:

    a) Cancelar, com efeitos imediatos, os concertos a realizar na Sala Suggia, na Sala 2 e no Café até ao dia 3 de Abril, inclusive, reembolsando o valor dos bilhetes já pagos;

    b) Limitar a actividade da Casa às visitas guiadas e à restauração;

    O reembolso do valor dos bilhetes será feito presencialmente na bilheteira da Casa da Música, se aí foram adquiridos, ou electronicamente, se foram obtidos online.

    Será prestada nova informação sobre esta matéria, sempre que a evolução da situação o justifique.

     

     

     

    Quando duas figuras incontornáveis do jazz como Dave Holland e Kenny Barron se encontram em estúdio, não se pode esperar menos do que sofisticação, intensidade expressiva e comunicação quase telepática. Críticos houve que afirmaram que um termina as frases do outro. O primeiro encontro em duo deu-se em 2014, com o CD The Art of Conversation e uma série de concertos. Dois mestres com um balanço incrível e um som de ficar colado até à última faixa. Apetece perguntar: como é que não os ouvimos tocar em duo há mais tempo? Kenny Barron tocou com Dizzy Gillespie no início da carreira e ao longo dos anos colaborou com nomes como Stan Getz e Freddie Hubbard, enquanto Dave Holland ganhou protagonismo em álbuns históricos de Miles Davis – In a Silent Way e Bitches Brew – antes de tocar com Chick Corea, Stan Getz ou Sam Rivers, para mencionar apenas alguns nomes de uma lista interminável. Entretanto, o duo passou a trio com a adição do baterista Jonathan Blake, e esta digressão apresenta o novo disco editado já em 2020.

    Comentários

    • Dave Holland
      contrabaixo
    • Kenny Barron
      piano
    • Jonathan Blake
      bateria
  • Programa de sala
x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE