James Dillon

Glasgow, 29 de Outubro de 1950

  • Compositor autodidacta, James Dillon escreve essencialmente obras orquestrais, de câmara, corais, vocais e para piano, que têm sido apresentadas por todo o mundo. Numa fase inicial esteve ligado à música tradicional para gaitas-de-foles e tocou com a sua banda Influx, no final da década de 1960. Estudou arte e design na Glasgow School of Art (1968), linguística na University College London (1970) e piano com Eleanor Purse (1970-71). Mais tarde estudou acústica na Universidade do Norte de Londres (1971), ritmos de música indiana com Punita Gupta (1971-72) e matemática com Gordon Millar no Tavistock Institute of Human Relations em Londres (1972). Frequentou seminários sobre música electrónica no IRCAM em Paris (1984-85). A Universidade de Huddersfield atribuiu-lhe um doutoramento honorário em 2003.

    O reconhecimento de que tem sido alvo inclui o Primeiro Prémio no concurso do Festival de Música Contemporânea de Huddersfield em West Yorkshire (1978), o Kranichsteiner Musikpreis nos Cursos de Verão de Darmstadt (1982) e o título de Músico Clássico do Ano pelo The Sunday Times (Londres, 1989). Mais tarde ganhou quatro prémios nos Royal Philharmonic Society Music Awards. Retrospectivas da sua música têm tido lugar em Paris, Oslo, Toulouse, Bruxelas e Nova Iorque. A sua ópera Philomela foi estreada no Porto e tocada em digressão europeia pelo Remix Ensemble, que a gravou depois para a AEON conquistando o prémio de melhor gravação de ópera contemporânea.

    No início dos anos 80, o nome de Dillon foi associado ao chamado movimento da Nova Complexidade em Londres – algo que o próprio sempre questionou já que a sua música tem um carácter multifacetado e independente, desafiando as categorias. Tem raízes na tradição clássica europeia mas é influenciada pela exposição do compositor à música tradicional escocesa e por outros géneros, do jazz e delta blues à tradição Hindustani e música oriental – sem contudo qualquer indulgência exótica.

    James Dillon ensinou nos Cursos de Verão de Darmstadt entre 1982 e 92, dirigiu a faculdade de composição na Academia de Verão de Gotemburgo em 1991 e foi Co-Compositor em Residência, com Brian Ferneyhough, na Fundação Royaumont em 1996. Leccionou nas Universidades de Londres, Birmingham, Nova Iorque e Minnesota.

     


    2017 

  • Obras relacionadas

      • Ordernar por

    • more