Salvatore Sciarrino

Palermo, 04 de Abril de 1947

Compositor em associação 2013

  • Salvatore Sciarrino começou a compor aos 12 anos como autodidacta. Depois dos estudos de música clássica e de alguns anos na universidade em Sicília, viveu em Roma, Milão e, desde 1983, em Città di Castello (Umbria).

    Compôs para os grandes teatros de ópera italianos, RAI, Biennale de Veneza, Ópera de Estugarda, La Monnaie de Bruxelas, Ópera de Frankfurt, Concertgebouw de Amesterdão, Orquestra Sinfónica de Londres e Suntory Hall de Tóquio, e também para prestigiados festivais da Europa e de Nova Iorque. A sua discografia é extensa e conta mais de 70 CDs, pelas melhores editoras internacionais, recebendo frequentemente prémios e críticas positivas.

    Além de ser autor da maior parte dos libretos das suas óperas, Sciarrino escreveu vários artigos, ensaios e textos de vários géneros. Ensinou em Academias de Música italianas e foi professor em vários cursos de especialização e masterclasses. Entre 1978 e 1980, foi Director Artístico do Teatro Comunale de Bolonha, Academia de Santa Cecilia (Roma), Academia de Belas Artes da Baviera e Academia das Artes de Berlim. Ganhou numerosos prémios, sendo os mais recentes o Prince Pierre do Mónaco (2003), o Prémio Internacional Feltrinelli (2003), o Prémio de Música de Salzburgo (2006) e o Prémio de Música Contemporânea BBVA Foundation Frontiers of Knowledge (2011).

    Na sua música, Sciarrino aborda regularmente os aspectos mais frágeis da música, ou antes, do som e da sua reprodução enquanto música. Isto está intimamente ligado à sua própria visão da natureza, a qual transpõe para a música instrumental, e produz resultados tão inesperados quanto encantatórios. Para os músicos, a sua escrita é pouco convencional, obrigando à produção de sons muito específicos e com técnicas inovadoras.


    2013

  • Obras relacionadas

      • Ordernar por

    • more