Antonio Vivaldi

Veneza, 04 de Março de 1678 / Viena, 28 de Julho de 1741

  • Natural da cidade italiana de Veneza, Antonio Lucio Vivaldi cresceu num ambiente musical, tendo tido o seu pai Giovanni Battista (1655-1736), violinista da capela ducal de S. Marcos, como principal mestre. Foi, dos nove irmãos, o único que seguiu a carreira do pai, tendo a relação entre os dois ficado caracterizada por uma grande proximidade. Ordenado sacerdote no ano de 1703, uma bronquite asmática crónica foi pretexto para deixar de presidir a celebrações litúrgicas pouco tempo depois, numa altura em que a sua actividade musical era cada vez mais intensa. Ainda em 1703, assumiu o cargo de maestro di violino no Pio Ospedale della Pietà, instituição onde foi, mais tarde, maestro de’ concerti e maestro di cappella. A reputação que as suas composições foram granjeando despoletaram, a partir de 1718, um percurso marcado pelas viagens. Nas duas décadas seguintes, laborou, sucessivamente, em Mântua, Roma, Viena, Praga, Ferrara e Amesterdão. Apesar de se ter debruçado com extraordinária mestria sobre a generalidade dos géneros em voga na sua época, grande parte do seu prestígio ficou a dever-se aos mais de 550 concertos, decisivos para a estabilização formal e estilística do género.


x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE