Takuo Yuasa

Osaka, 1949

direcção musical

  • Takuo Yuasa é um maestro altamente respeitado. Apresenta-se regularmente na Europa e no Extremo Oriente, e nas temporadas recentes dirigiu no Grand Théâtre de Aix-en-Provence, no Royal Festival Hall de Londres, na Konzerthaus de Viena, na Alte Oper de Frankfurt, no Liederhalle de Estugarda e no Sibelius Hall em Lahti (Finlândia). Nasceu em Osaka, onde estudou piano, violoncelo, flauta e clarinete, mas está profundamente imbuído da cultura ocidental. Deixou o Japão com apenas 18 anos para estudar nos Estados Unidos da América, diplomando-se em Teoria e Composição na Universidade de Cincinnati. Mudou-se depois para a Europa, estudando direcção com Hans Swarowsky na Escola Superior de Música de Viena – sob recomendação de Istvan Kertesz e Janos Starker –, Igor Markevich em França e Franco Ferrara em Siena. Trabalhou então como assistente de Lovro von Matacic em Monte Carlo, Milão e Viena.

    Desde a conquista do Prémio Especial no Concurso Internacional de Direcção de Fitel­berg em Katowice (Polónia), tem dirigido frequentemente as principais orquestras polacas, entre as quais a Filarmónica de Varsóvia e as Sinfónicas da Rádio Polaca. A sua versatilidade leva orquestras de todo o mundo a convidá-lo para dirigir tanto o repertório mais corrente como obras mais obscuras de grandes compositores. Foi Maestro Titular da Orquestra Sinfónica Gumma no Japão e Maestro Convidado Principal da Orquestra Sinfónica Escocesa da BBC e da Orquestra do Ulster na Irlanda do Norte.

    Colaborou recentemente com as Filarmónicas de Estrasburgo e Bruxelas, a Nacional de França, a Sinfónica do Porto Casa da Música, a Sinfónica Aarhus e as principais orquestras japonesas, incluindo as Filarmónicas do Japão e de Osaka e a New Japan Philharmonic. Dirigiu um ciclo de concertos com a Sinfónica Metropolitana de Tóquio.

    Takuo Yuasa é Professor Associado do Centro de Artes Performativas da Universidade de Belas­-Artes e Música de Tóquio, mantendo uma ligação com a sala de concerto Sogaduko e a Filarmónica de Geidai. Dirigiu as Filarmónicas de Oslo, Londres, Hong Kong, Luxemburgo, Real Flamenga e Varsóvia; as Sinfónicas de Sidney, Nova Zelândia, Adelaide e Queensland; a Orquestra da Rádio Norueguesa e a Brabants Orkest. No Reino Unido tem dirigido frequentemente a Orquestra Hallé, a Orquestra Real Escocesa, a Filarmónica Real de Liverpool e as Sinfónicas da BBC e de Bournemouth. As suas qualidades musicais e de liderança têm-no levado a trabalhar com diversos conservatórios de música da Europa e orquestras nacionais de jovens da Escócia e Irlanda.

    Takuo Yuasa é artista exclusivo Naxos, com registos com as Sinfónicas de Sidney e Nova Zelândia, a Orquestra de Ulster, a Sinfónica Escocesa da BBC e a Sinfónica Nacional da Irlanda, entre outras. Tem sido alvo de óptimas críticas, especialmente após uma edição de Scheherazade com a Filarmónica de Londres (EMI), e numa gama ampla de repertório que abrange Britten, MacMillan e Rawsthorne, Webern e Schoenberg, Honegger, Vieuxtemps, MacDowell, Schubert, Pärt, Górecki, Glass e Nyman, juntando­-se ainda um grupo emergente de compositores japoneses como Mayuzumi, Ohki, Bekku, Yashiro, Moroi, Akutagawa e Yamada. Gravou ao vivo as integrais das sinfonias de Brahms e Schumann com a Osaka Century Orchestra, editadas em CD no Japão.

    Em 2007 recebeu o Prémio Cultural Iue pela sua contribuição excepcional para a música e pelos seus feitos artísticos internacionais.

     


    2017

  • Ver & Ouvir

  • Documentos
    Documentos associados
  • Artigos
    Loja Casa da Música
    • Novo
      Luca Francesconi - Orquestra Sinfónica e Remix Ensemble Casa da Música - Live Records
      • 8,00 €
      Saber Mais