Error loading MacroEngine script (file: artista-header.cshtml)
  • Natural de New Rochelle, Nova Iorque, Joey Calderazzo começou os estudos de piano aos seis anos de idade. Mesmo nessa altura, a improvisação foi aparecendo como algo natural; muito antes de começar a aprender jazz, o jovem pianista fazia já as suas próprias variações sobre Mozart. O seu interesse crescente por artistas como McCoy Tyner, John Coltrane, Herbie Hancock e Chick Corea levou-o a visitar amigos no Berklee College of Music, estabelecendo relações próximas com os então estudantes Branford Marsalis, Wallace Roney, Donald Harrison e Jeff “Tain” Watts.

    Depois de desistir da Universidade de Long Island, Calderazzo teve a sua primeira grande oportunidade, depois de conhecer e tocar com o lendário saxofonista Michael Brecker num workshop. Brecker ficou profundamente impressionado com o pianista e ofereceu-lhe um lugar no seu quinteto após a saída de Kenny Kirkland em 1987. Dez anos depois, passou a integrar o Branford Marsalis Quartet, substituindo pela segunda vez Kirkland após o súbito falecimento do pianista.

    Joey Calderazzo tem-se notabilizado pelo seu trabalho tanto em estúdio como em palcos de todo o mundo. Gravou três álbuns para a Blue Note no início da década de 1990 – In The Door, To Know One e The Traveler – e ainda Secrets (Audioquest) e Joey Calderazzo (Columbia Records), antes de assinar contrato com a Marsalis Music de Branford, em 2002. Aí editou Haiku e Amanecer (2003 e 2007). Como co-líder, gravou um álbum em duo com Marsalis: Songs of Mirth and Melancholy (2011). Estreou-se para a Sunnyside com o disco em trio Live (2013), com Le Fleming e o baterista Donald Edwards. Como sideman, gravou com figuras como Arturo Sandoval, Bob Mitzner, Bob Belden, Vincent Herring, Jeff ‘Tain’ Watts e Jerry Bergonzi, além de Marsalis e Brecker.

    Com raízes firmes na Carolina do Norte, Joey Calderazzo divide-se profissionalmente entre o ensino na Universidade Central da Carolina do Norte (como professor adjunto), o trabalho com o quarteto de Marsalis e a procura por novos patamares artísticos com o seu próprio trio.

     


    2016 

x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE