Sérgio Carolino

Alcobaça, 26 de Outubro de 1973

Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música / Solista A / Tuba

  • Tubista Português e Artista Internacional Yamaha, Sérgio Carolino é um dos tubistas mais aclamados no panorama internacional, em constante atividade como solista e professor nos mais diversos festivais de música, conservatórios e universidades um pouco por todo o mundo (da Europa à Austrália, passando pela Ásia e Américas).

     

    Recebeu por quatro vezes o Roger Bobo Award Prize for Excellence in Recording pelos discos: Steel aLive!, a sua estreia a solo; Agreements & Disagree-ments, do projecto 2tUBAS&friends com Anne Jelle Visser; Pop&Roll, do seu grupo The Postcard Brass Band; e Sérgio Carolino presents Mr. SC & The Wild Bones Gang. Em Portugal recebeu o Prémio de Músico Revelação de Jazz 2004, pelo crítico de jazz José Duarte, e o Prémio Carlos Paredes pelo 1º disco do trio TGB – TubaGuitarra&Bateria )(Clean Feed). Em 2013, venceu o Prémio SPA 2013 na Categoria de Música Erudita, pelas obras editadas em 2012 e ação divulgadora da música portuguesa, entregue na Gala SPS/RTP no Grande Auditório do Centro Cultural de Belém (CCB) em Lisboa, e a qual teve transmissão em direto na televisão pública portuguesa – RTP1.

     

    “Dono” de uma discografia considerável com os seus mais diversos e ecléticos projetos, alguns dos quais premiados internacionalmente, Sérgio tem um vasto leque de interesses e uma curiosidade musical que o leva por diferentes caminhos de expressão musical, desde o típico repertório clássico ao mais puro jazz e música improvisada. Estabeleceu-se como um virtuoso no repertório standard e contemporâneo para tuba.

     

    Sérgio tem mais de 200 obras escritas para e dedicadas à si por compositores dos cinco continentes e para as mais diversas formações e estilos musicais!

     

    Desde 2000, está envolvido em novos e inovadores projetos musicais: os TGB com Mário Delgado (guitarra) e Alexandre Frazão (bateria), 2tUBAS&friends com Anne Jelle Visser (tuba), Duo XL com Telmo Marques (piano), diretor do ensemble português de tubas How Low Can You Go?, European Tuba Trio com François Thuillier (tuba) e Anthony Caillet (eufónio), The Postcard Brass Band, projeto TUBIC com a companhia SA Marionetas de Alcobaça, o projeto TUBAX DUO com Mário Marques (saxofone), e COLOR WHEEL ENSEMBLE com Mário Maques, Telmo Marques & Quarteto de Cordas, Tu B'Horn com José Bernardo Silva (trompa), Tuba 'n Saxes Company¡ com o quarteto de saxofones SAXOFÍNIA e Jeffery Davis, Mr SC & The Wild Bones Gang, o Duo TUBAB duo com o baterista Jorge Queijo, Surrealistic Discussion com jovem virtuoso João Barradas, os The Wild Bones Gang, Funky Bones Factory! com Ruben da Luz, Paulo Perfeito, Daniel Dias, Rui Bandeira (trombones), Miguel Moreira (guitarra) e Acácio Salero (bateria). Dos seus mais recentes projetos incluem o ensemble Hangin’ from the Strings! (tuba e quarteto/quinteto de cordas), o CONICAL BRASS com Jeff Nelsen (trompa) e Telmo Marques (piano), o TransAtlantic Tuba Connection com Mike Forbes (tuba) e Pedro Silva (bateria), Fundou o Trio SubWoof3r Trio com Gil Gonçalves (tuba) e Miguel Moreira (bateria), o Duo Moderato Tangabile com o pianista/compositor Argentino Daniel Schvetz, o YAMAHA TUBA DUO com o tubista japonês Shimpei Tsugita, Duo Ar. com a cantora, improvisadora e ícone mundial, Maria João. É ainda membro do Crossfade Ensemble, liderado pelo pianista/compositor Daniel Bernardes e que conta com os músicos Mário Marques, Ricardo Toscano, Hugo Assunção, Jeffery Davis e João Barradas. Dos seus mais recentes projetos, é de realçar o “TWO TUBAS, TOO MUCH!” com Gene Pokorny (tuba principal da Chicago Symphony Orchestra) e Telmo Marques (piano).

     

    Atualmente, Carolino é professor de tubana Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo (ESMAE) do Instituto Politécnico do Porto (IPP) e, desde 2002, tuba solo da Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música.

    É ainda o fundador, diretor artístico e musical do Ensemble Português de Metais MASSIVE BRASS ATTACK! e diretor artístico do Festival e Academia Internacional de Metais Graves de Alcobaça - GRAVÍSSIMO!

     

    Toca e grava com regularidade com a famosa Banda Sinfónica Portuguesa (BSP) sob a direção artística e musical do maestro Francisco Ferreira e José Rafael Pascual Vilaplana, onde teve oportunidade de tocar, estrear e gravar obras dos compositores Jorge Salgueiro “cONCERTO fOR tUBA, Op. 139”, Telmo Marques “Guide to the Glory”, Luís Cardoso “Duplo Concerto para Saxofone Tenor, Tuba e Banda, Op. 33”(com Mário Dinis Marques), Daniel Moreira “Flashback”, Daniel Martinho “Constellations”, Samuel Pascoal “Duplo Concertino para Eufónio, Tuba e Banda” (com Ricardo Antão), Andrew Batterham “Concertino para Tuba e Banda” e Frank Steckar “Trois Mousses de Terre”, esta última com o seu trio de tubas jazz European Tuba Trio.

     

    Sérgio toca com a sua coleção de assinatura SÉRGIO CAROLINO SC1, SC2 & SC-F, desenhados e concebidos por si e fabricados à mão pelo mestre Hirotaka Nakai do Atelier MOMO (Japão), usando ainda a surdina Mushroom Cupe Mute, desenhada por si e fabricada pelo Austríaco Johannes Schlipfinger.

     

    Em 2010 concebeu um novo e único instrumento, o qual batizou com o nome de Lusofone ‘Lúcifer’, inspirado no Orenophone do grande amigo e virtuoso tubista Britânico - Oren Marshall, e construído pelos mestres norte-americanos, Tim Sullivan e Harold Hartman.

     

    Um apaixonado pela vida, Sérgio adora cinema, mitologia, ler, pescar navalheiras e polvos, passar tempo com os seus amigos e desde há pouco mais de dois anos, de estar e passear com o seu leal e fiel amigo (e “artista”) SPARKY, o Basset Hound.

     

     


    2016

  • Obras relacionadas

      • Ordernar por

    • more
  • Ver & Ouvir