Error loading MacroEngine script (file: artista-header.cshtml)
  • Natural de Munique, a violinista Viviane Hagner tem sido aclamada pela sua musicalidade inteligente e capacidades artísticas. Desde que se estreou internacionalmente aos 12 anos de idade, participando no ano seguinte no lendário concerto conjunto das Filarmónicas de Israel e Berlim (dirigidas por Zubin Mehta em Telavive), conquistou uma profundidade e maturidade como instrumentista que se reflecte numa presença em palco serena e segura.

    Tem-se apresentado com as mais prestigiadas orquestras do mundo, incluindo as Filarmónicas de Berlim e Nova Iorque, Sinfónicas de Boston e Chicago, Orquestra de Cleveland, Gewandhaus de Leipzig e Philharmonia, ao lado de maestros como Ashkenazy, Barenboim, Eschenbach e Salonen. Merecem destaque a interpretação do Concerto de Câmara de Berg com a Sinfónica Alemã de Berlim (direcção de Kent Nagano e Mari Kodama no piano), uma apresentação no Carnegie Hall com a Orpheus Chamber Orchestra e colaborações com a Filarmónica de Helsínquia, Orquestra da Konzerthaus de Berlim e Sinfónica de Viena. Na temporada de 2016/17 regressa às Sinfónicas da Islândia e São Paulo, Sinfónica do Porto Casa da Música, Orquestra Hallé e Orquestra Beethoven de Bona.

    Para além do virtuosismo e do profundo conhecimento com que aborda o repertório de concerto mais importante, Viviane Hagner é uma empenhada defensora da música nova, mais esquecida ou por descobrir. Tem trazido para palco o trabalho de compositores como Sofia Gubaidulina, Karl Amadeus Hartmann e Witold Lutosławski. Fez a estreia mundial do Concerto para violino de Unsuk Chin, a si dedicado, com a Sinfónica Alemã de Berlim e Kent Nagano, levando mais tarde a obra a palcos europeus, aos EUA e Coreia do Sul – fez igualmente a estreia portuguesa deste Concerto no Porto, com a Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, em 2014. Fez também a estreia mundial do Concerto para violino de Simon Holt, em 2006, com a Sinfónica da BBC sob a direcção de Jonathan Nott.

    Os seus compromissos estendem-se à música de câmara, apresentando-se regularmente em salas de concerto como o Concertgebouw de Amesterdão, Konzerthaus de Berlim, Wigmore Hall em Londres, Palais de Beaux Arts em Bruxelas e Tonhalle de Zurique. Toca regularmente em festivais prestigiados como o Festival de Ravello, Festival da Páscoa de Salzburgo, Mecklenburg-Vorpommern e Mostly Mozart do Lincoln Center em Nova Iorque.

    A sua discografia inclui os Concertos para violino n.os 4 e 5 de Vieuxtemps (Hyperion) e o Concerto para violino de Unsuk Chin com Kent Nagano e a Sinfónica de Montréal (Analekta). Gravou ainda TiefenRausch de Christian Jost, com direcção do compositor ao lado da Filarmónica de Essen (Capriccio/Deutschlandradio Kultur), um disco aclamado pela crítica.

    Viviane Hagner dedica-se também a actividades educativas para todas as idades. Fundou e é directora artística do Krzyżowa-Music – um ambicioso festival que promove o intercâmbio de ideias e culturas, dando oportunidade aos jovens músicos de ensaiar e tocar com artistas aclamados.

    Viviane Hagner mora em Berlim, cidade onde cresceu, e é professora no Conservatório de Música e Artes Performativas de Mannheim desde 2013.

     


    2017 

x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE