Error loading MacroEngine script (file: artista-header.cshtml)
  • A musicalidade e o virtuosismo de Marc‐André Hamelin traduzem‐se em interpretações notáveis pela sua liberdade, originalidade e prodigioso domínio dos recursos do piano. Conhecido há muito pelas suas arrojadas explorações de territórios pianísticos menos familiares, tem voltado a sua atenção cada vez mais para as obras‐primas estabelecidas no repertório para piano, das sonatas de Haydn às grandes obras de Mozart, Schumann, Brahms, Chopin e outros.

    Nas últimas temporadas, Marc‐André Hamelin tem‐se apresentado em muitos dos principais palcos da América do Norte e Europa, em concerto e em recital. No início da temporada de 2011/12, tocou com as Orquestras Sinfónicas da Rádio de Berlim e da Basileia, para além de se estrear com a Filarmónica de Berlim interpretando a Sinfonia no 4 de Symanowski. A sua agenda para 2012 inclui concertos com a Sinfónica de Singapura e a Filarmónica de Hong Kong, e recitais no Wigmore Hall de Londres, no Festival de Piano de Lucerna e noutras salas de Itália, Suíça, Moscovo e Reino Unido. A sua recente digressão com o Festival de Música de Câmara Risør levou‐o a Oslo, La Monnaie em Bruxelas, Wigmore Hall em Londres e Carnegie Hall em Nova Iorque.

    Alguns dos destaques mais significativos da carreira recente de Hamelin foram o seu recital no Queen Elizabeth Hall de Londres integrado no Ciclo Internacional de Piano do Southbank Centre, várias colaborações aclamadas com as Sinfónicas de Bóston, Minnesota, Indianápolis e San Francisco, concertos com a Orquestra do Festival

    Mostly Mozart e Louis Langrée no Lincoln Center de Nova Iorque, recital no ciclo “Great Performers”, música de câmara com Midori, concertos com Sir Neville Marriner e a Academy of St. Martin the Fields, digressão e gravação com o Takács Quartet e a semana de concertos “The Art of Marc‐André Hamelin”, promovida pela Pro Musica Society de Montréal. Ao longo da sua carreira, tem‐se apresentado em recital em importantes salas e festivais, e em concerto com as principais orquestras do mundo, percorrendo a América do Norte, a Europa, a Austrália e o Extremo Oriente.

    Marc‐André Hamelin grava em exclusivo para a Hyperion Records, tendo recebido 9 nomeações para os Grammy – a mais recente das quais para o álbum com as suas próprias composições, Etudes and other works, que conquistou grandes elogios da crítica e foi nomeado “Instrumental Choice” da BBC Music Magazine na edição de Outubro de 2010. A sua discografia para a Hyperion ultrapassa os quarenta álbuns, incluindo concertos e obras para piano solo de compositores como Alkan, Busoni, Godowsky e Medtner, bem como interpretações brilhantes de Brahms, Chopin, Haydn, Liszt e Schumann.

    Marc‐André Hamelin recebeu recentemente o prémio de carreira da crítica discográfica alemã (Preis der deutschen Schallplattenkritik) e tornou‐se Officer of the Order of Canada em 2003 e Chevalier de l’Ordre du Québec em 2004. É membro da Royal Society of Canada. 

     


    2012

  • Obras relacionadas

      • Ordernar por

    • more
x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE