Hornroh Modern Alphorn Quartet

trompa alpina

  • O Hornroh Modern Alphorn Quartet foi fundado em 2000, com o objectivo de conectar o repertório tradicional da trompa alpina com a música e técnicas modernas/contemporâneas, tendo então integrado um projecto do Festival de Ópera de Munique. Formado por quatro instrumentistas de sopro da Basileia, a formação toca composições originais, improvisações e novas obras encomendadas, desenvolvendo o repertório do instrumento e apresentando-se em palcos menos convencionais. Ao longo dos anos, este ensemble único tem transmitido a energia arcaica, a diversidade harmónica e as delicadas paisagens deste instrumento suíço. Gravaram os CD zirp (2002), findling (2009) e gletsc (2015), e apresentaram os programas “hornroh inszeniert” (2003), “Hautmusik” (2008), “hornOXER” (2012) e "Art&Brut" (2016). Participaram ainda em co-produções com a Orquestra da Rádio Suíça DRS, a Orquestra de Câmara de Munique, o Festival de Lucerna (2009), a Sinfónica da Rádio Bávara (Concerto Grosso n.º 1 de G. F. Haas), o Wien Modern, a Sinfónica da Rádio de Viena, a Sinfónica SWR, a Orquestra da Tonhalle de Zurique e a Sinfónica de Los Angeles.

    Balthasar Streiff estudou jazz (trompete e voz) na Universidade de Ciências e Artes Aplicadas de Lucerna, estudos artísticos na Academia de Arte e Design da Basileia e trompete barroco na Schola Cantorum Basiliensis. É co-fundador da premiada banda experimental Stimmhorn e privilegia os cruzamentos com outras artes. Recebe várias encomendas e é frequentemente convidado para realizar produções a solo ou co-produções. Tem dado importantes contributos para o processo de construção da trompa alpina e é professor de trompa alpina e büchel.

    Michael Büttler estudou trombone na Universidade de Música e Artes Performativas de Munique e Frankfurt, e trombone barroco na Schola Cantorum Basiliensis. Dedica grande parte do seu tempo à música contemporânea, tendo realizado inúmeras estreias mundiais de obras para trombone solo. É membro do Ensemble Phoenix Basel e músico convidado do Ensemble Modern (Frankfurt) desde 1989. É professor de metodologia e técnica Alexander na Academia de Música da Basileia.

    Jennifer Tauder concluiu o bacharelato na Universidade de Música e Artes Performativas de Graz e o mestrado em trompete com Klaus Schuhwerk, tendo estudado também canto. Realizou estágios nas Sinfónicas de Biel, Berna e Basileia, bem como na Orquestra de Câmara e na Sinfonietta da Basileia. É professora de trompete na Academia de Música da Basileia. Dirige o Brass Band Meltingen e o Musikverein Aesch.

    Lukas Briggen estudou trombone com Adrian Mears e Nils Wogram na Academia de Música da Basileia. Toca na Orquestra de Jazz de Lucerna e com Jaro Milko & The Cubalkanics e Marco von Orelli 5. Colaborou com Dave Douglas, Linard Bardill, Heidi Happy, Joe Haider, Leonti e com agrupamentos como a Orquestra de Jazz Suíça, Bodan Art, Dexter Doom e Loveboat. Integrou produções do Teatro da Basileia e gravou com Phenomden, Claudio Puntin, Steffe la Chefe, Hayden Chisholm, Tom Swift e Aeronauten. É professor de trombone jazz na Academia da Basileia.

     


    2018 

x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE