Error loading MacroEngine script (file: artista-header.cshtml)
  • Benedict Kloeckner nasceu em 1989 e é laureado do Prémio das Rádios da União Europeia (Bratislava), do Grand Prix Emanuel Feuermann (Berlim), do Concurso Internacional de Solistas Animato (Zurique), do Prémio Nicolas Firmenich (Festival de Verbier, Suíça) e do 1º prémio no Concurso Internacional de Música de Manhattan (Nova Iorque). Foi também galardoado com o Prémio Europeu de Cultura da European Culture Foundation.

    Enquanto solista, Benedict Kloeckner tem-se apresentado com orquestras de todo o mundo: Sinfónicas da Rádio NDR, da Rádio Alemã, Estatal Alemã e da Rádio de Leipzig, Kremerata Baltica, Orquestra da Rádio Eslovaca e Orquestras de Câmara de Amesterdão, Berlim e Praga, sob a batuta de maestros como Michael Sanderling, Howard Griffiths, Heinrich Schiff, Simon Gaudenz e Karl Heinz Steffens. Toca regularmente em salas como Philharmonie e Konzerthaus de Berlim, Festspielhaus de Baden-Baden, Tonhalle de Zurique, Laeizhalle de Hamburgo, Mozarteum de Salzburgo, Gewandhaus de Leipzig, Concertgebouw de Amesterdão, Rudolfinum de Praga, John F. Kennedy Center de Washington, Symphony Hall de Chicago, Carnegie Hall de Nova Iorque, Barbican Centre de Londres e Centro de Artes de Seul.

    Desenvolve parcerias de música de câmara com músicos como Sir András Schiff, Anne Sophie Mutter, Gidon Kremer, Christoph Eschenbach, Anna Fedorova e Antoine Tamestit. É regularmente convidado para se apresentar em festivais de música prestigiantes: Verbier, Schleswig-Holstein, Beethovenfest em Bona, Ludwigsburg, Schwetzingen, Gstaad e Mecklenburg-Vorpommern, entre outros.

    Entusiasta da música contemporânea, interpretou recentemente o Concerto para violoncelo Temptation e o Duo Concerto de Wolfgang Rihm. Gravou para a Genuin, em cooperação com a SWR, a integral para violoncelo e piano de Howard Blake – compositor que lhe tem dedicado numerosas obras.

    A discografia de Benedict Kloeckner inclui um CD de concertos italianos de Roberto Molinelli e Gian Carlos Menotti, a convite de Gidon Kremer, com a Kremerata Baltica dirigida por Heinrich Schiff; o Concerto de Schumann com a Orquestra Filarmónica de Cordas Alemã dirigida por Michael Sanderling (Genuin), uma gravação largamente elogiada pela imprensa internacional; obras raras de compositores espanhóis (Hänssler Classic); e peças para violoncelo de Rihm, Strauss e Poulenc (Movimentos Edition), num disco nomeado para o Prémio da Crítica Discográfica Alemã. No Outono de 2016 lançou um novo disco de música de câmara em parceria com Anna Fedorova, com Sonatas de Franck e Chopin para violoncelo e piano.

    Entre 2002 e 2009, Benedict Kloeckner estudou com Martin Ostertag na Hochschule für Musik em Karlsruhe. Prosseguiu os estudos com Frans Helmerson e Gary Hoffman no âmbito do programa Kronberg Academy Masters, com o apoio de uma Bolsa Angela Winkler. Foi ainda galardoado com bolsas Fundação Nacional Alemã de Mérito, Fundação do Banco Estatal de Baden Württemberg, Oscar und Vera Ritter Stiftung e Deutsche Stiftung Musikleben.

    Benedict Kloeckner toca num violoncelo italiano de Francesco Rugeri (Cremona, 1680), graças a um empréstimo generoso da Deutsche Stiftung Musikleben.

     


    2017 

  • Obras relacionadas

      • Ordernar por

    • more
x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE