Ivan Ludlow

barítono

  • Ivan Ludlow nasceu em Londres e estudou na Guildhall School of Music and Drama e no National Opera Studio. É convidado regular de alguns dos mais prestigiados teatros líricos de cidades europeias como Bruxelas, Nápoles, Spoleto, Paris, Lyon, Atenas, Toulouse, Estrasburgo, Marselha, Bordéus, Metz, Lausanne e Antuérpia, bem como do Festival de Salzburgo e da Casa da Música. Tem trabalhado com maestros como Christophe Rousset, Adam Fischer, Jan Latham Koenig, Jean-Yves Ossonce, Cyril Diedrich, Franck Ollu, Christoph Ullrich Meyer, Ludovic Morlot, Gerard Korsten e Gustav Kuhn, e com encenadores como Macha Makaïeff, Olivier Py, Alvis Hermanis, Peter Sellars e Krzysztof Warlikowski.

    O seu repertório inclui os papéis de Don Giovanni, Guglielmo, Eugene Onegin, Iarba (La Didone), Escamillo, Nevers (Les Huguenots), Conde (Capriccio), Marcello, Nick Shadow (The Rake’s Progress), Danilo, Belcore, Aeneas, Demetrius, Traveller (Curlew River), Astrólogo (Burning Fiery Furnace), Barítono (The No. 11 Bus de Peter Maxwell Davies) e Le Mari (Les Mamelles de Tirésias).

    Entre os seus compromissos recentes destacam-se a participação na produção semi-encenada de King Arthur de Purcell com a Academy of Ancient Music, no Barbican Hall, em Outubro de 2017; a estreia mundial de Lunea de Heinz Holliger na Ópera de Zurique; From The House of the Dead no Théâtre Royal de La Monnaie (Bruxelas) e na Ópera de Lyon; e Lulu na Ópera Estatal de Hamburgo. Apresenta-se também em recital em França, Inglaterra, Bulgária e Bélgica.

    Ivan Ludlow tem um interesse especial pela nova música e por novas formas artísticas. Recentemente fez estreias mundiais de obras de compositores como Francesco Fillidei, Isidora Zebeljan e David Matthews, tendo ainda cantado música de Heinz Holliger, Wolfgang Rihm, Harrison Birtwistle e Peter Maxwel Davies. Cantou o papel de Wotan/Wanderer em Ring Saga (adaptação de Graham Vick/Jonathan Dove d’O Anel de Wagner), produção apresentada na Casa da Música e em digressão pela Europa. Participou em versões adaptadas pela Silent Opera de Don Giovanni (Mozart)e Vixen (Janáček), no Festival de Música de Pequim, no London Vaults e no Festival de Helsínquia. A sua companhia Room7, com sede em Bruxelas, procura formas inovadoras de apresentar peças de teatro musical e óperas, tanto as clássicas como as contemporâneas.

    Percorreu França em digressão enquanto cantor-actor, interpretando Trissotin ou Les Femmes Savantes, de Molière, numa produção de Macha Makeïeff.

    Gravou para as editoras Hyperion (integral das Canções de Poulenc com Graham Johnson), Sonimage (Canções de Fauré e Schumann com o London Bridge Ensemble), Dutton Epoch (Canções de Frank Bridge com o London Bridge Ensemble) e LAWO Classics (Ophelias: Death By Water Singing de Henrik Hellstenius). Em DVD, pode ouvir-se Ivan Ludlow cantar La Veuve Joyeuse (Ópera de Lyon) e Lulu (La Monnaie).

     


    2018

x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE