Error loading MacroEngine script (file: artista-header.cshtml)
  • O barítono alemão de ascendência húngara Michael Nagy começou por integrar o ensemble da Komische Oper de Berlim. Já na Ópera de Frankfurt, interpretou papéis importantes como Papageno (A Flauta Mágica), Guglielmo (Così fan tutte), Conde Almaviva (As Bodas de Fígaro), Hans Scholl (Die weiße Rose), Wolfram (Tannhäuser), Valentin (Fausto), Jeletzki (Dama de Espadas), Marcello (La Bohème), Albert (Werther de Massenet), Frank/Fritz (Die tote Stadt de Korngold), Owen Wingrave (Owen Wingrave de Britten), Jason (Medea de Charpentier) e Dr. Falke (O Morcego de J. Strauss). Como convidado, cantou na Ópera de Oslo (Wolfram em Tanhäuser), Ópera Alemã de Berlim (Ford em Falstaff) e Ópera Estatal da Baviera em Munique (Graf Luna em Palestrina de Pfitzner e Stolzius em Os Soldados de Zimmermann). Com a Orquestra Barroca de Freiburg sob a direcção de René Jacobs, actuou no Teatro de Viena como Nardo (A falsa jardineira) e, com a Filarmónica de Berlim e Sir Simon Rattle, apresentou-se como Papageno (A Flauta Mágica) no Pfingstfestspiele Baden-Baden.

    Michael Nagy é também requisitado em todo o mundo para se apresentar em concerto e oratória. Neste âmbito, tem cantado com várias orquestras como as da Konzerthaus de Berlim e da Gewandhaus de Leipzig, Museumorchester em Frankfurt, e ainda no Festival de Música de Schleswig-Holstein. Tem colaborado com figuras importantes como Philippe Herreweghe, Helmuth Rilling, Adam Fischer, Paavo Järvi, Christoph Eschenbach e Riccardo Chailly.

    Michael Nagy iniciou-se musicalmente num coro de meninos, o Hymnus-Chorknaben em Estugarda. Estudou canto em Estugarda, Mannheim e Saarbrücken com Rudolf Piernay, interpretação de canções com Irwin Cage e direcção musical. Realizou masterclasses com Charles Spencer, Rudolf Piernay e Cornelius Reid. Em 2014, com a pianista Juliane Ruf, ganhou o Concurso Internacional de Lied da Academia Hugo Wolf em Estugarda.


  • Obras relacionadas

      • Ordernar por

    • more
x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE