Error loading MacroEngine script (file: artista-header.cshtml)
  • A Orquestra Geração | Sistema Portugal é um projecto pedagógico de inclusão social através da música. A estreia da Orquestra Juvenil Geração, formação sinfónica que reúne cerca de 140 elementos, é mais uma prova do crescimento do projecto e da sua capacidade de mobilização, aliás a exemplo do modelo inspirador, o conhecido El Sistema, da Venezuela (Sistema Nacional de Orquestas y Coros Juveniles e Infantiles de Venezuela), dependente da Fundação Musical Simón Bolívar.

    A reacção do público e a qualidade das interpretações é o sinal visível e imediato da relevância do projecto Orquestra Geração. Mas é apenas o culminar de um trabalho profundamente enraizado e sustentado, que usa o ensino da música como meio para promover o sucesso educativo e de favorecer a inclusão social de crianças e jovens entre os 6 e os 18 anos.

    São já mais de 800 os alunos de escolas situadas em zonas com menor oportunidade de acesso ao ensino das artes que estão envolvidos, no âmbito de protocolos estabelecidos com os concelhos da Amadora, Lisboa, Oeiras, Loures, Sesimbra, Sintra, Vila Franca de Xira e Coimbra. O que representa um conjunto superior a 1.000 agregados familiares, a que se juntam docentes, músicos profissionais e os espectadores dos concertos. Universo que se amplia cada dia, tal como a música que toca.

    Através da sua plataforma de parcerias, tanto institucionais como mecenáticas, e com o apoio pedagógico da Escola de Música do Conservatório Nacional, o projecto tem desenvolvido inúmeras propostas de carácter educativo e cultural, com resultados concretos. Em termos musicais mas também no plano social, verificando-se a melhor integração dos alunos na escola, condição indispensável para o seu sucesso educativo. São muitos os que hoje passaram para outros níveis de ensino, conseguindo o acesso a conhecidas escolas profissionais de música. Algo só possível pela formação começada na Orquestra Geração.

    Todas as comunidades envolventes colaboram no processo, potenciando o seu impacto. São as populações que o consideram essencial como motor de desenvolvimento e criador de oportunidades para os músicos-estudantes. O que tem aumentado as solicitações e levado à extensão do projecto, tanto em termos nacionais, como até na sua disseminação pelos países de expressão lusófona, com os quais estão a ser abertos vários canais de intercâmbio, na preparação de pólos locais do sistema, em Cabo Verde, Moçambique e São Tomé e Príncipe.


    2014

x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE