Error loading MacroEngine script (file: artista-header.cshtml)
  • Francisco Sobral nasceu em Beja em 1965 e começou a cantar nas Festas dos Forcados, em Beja, aos 15 anos. 

    “Fado é Saudade” foi o primeiro disco, lançado em 1997. Realizou espectáculos em várias localidades do País e no estrangeiro. Em 1999 integra, em permanência, o elenco do Musical “Amália”, encenado por Filipe La Féria no papel de Alfredo Marceneiro. O espectáculo manteve-se em cena durante 6 anos com digressão em todo o País, França e Suíça.

    Simultaneamente, participou em várias telenovelas: “Filha do Mar” (TVI), “Inspetor Max” (TVI), “O Primeiro Amor” (TVI), “O Olhar da Serpente” (SIC), etc, e em publicidade para a TV.

    Em 2006 integra o elenco da peça “A Canção de Lisboa”, também encenada por Filipe La Féria.

    Estreia, no Auditório do Casino Estoril “Fado esse Malandro Vadio”, com produção de João Núncio e Francisco Orta.

    Actuou em várias Casas de Fado, designadamente, “Clube do Fado”, “Marquês da Sé”, “Bacalhau de Molho”, “Passos de Fado”, continuando a realizar espectáculos no País e no estrangeiro.

    2012 é o ano do lançamento do seu segundo disco “Estado de Alma” que vê a sua reedição em 2015.


    2016

x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE