Error loading MacroEngine script (file: artista-header.cshtml)
  • 1.Andante – Allegro – Lentamente

    2.Andante

    3.Allegro

    4.Minuetto: Allegro

    Os Concerti grossi op. 3 de Georg Friedrich Händel foram publicados em 1734 em Londres, cidade onde o compositor se estabeleceu a partir de 1712, depois do sucesso nesse mesmo ano da sua ópera Rinaldo. O decrescente interesse pela ópera italiana na capital inglesa a partir da década de 1730 levou Händel a dedicar-se a outros géneros, como a oratória, cantatas, música de câmara e concertos.

    A publicação dos Concerti grossi op. 3 incluía 6 obras em estilo concertato, mas para um grupo de solistas (por oposição ao concerto para um instrumento solista, que era designado apenas de concerto, este género era designado de concerto grosso). Não obstante a existência de um grupo de solistas, nomeadamente dois violinos e dois oboés, o seu estatuto diferenciado não é igualmente discernível em todos os andamentos desta obra.

    Assim, o andamento que abre a obra, Andante – Allegro, é constituído por duas secções, a primeira lenta e a segunda rápida, que alternam e se repetem. Segue o modelo de algumas aberturas de ópera francesa do período Barroco, iniciando com um carácter imponente, reforçado pela utilização de ritmos pontuados, em contraste com a secção rápida, caracterizada pela imitação entre os instrumentos e pela sua vivacidade. Não existem solos neste andamento, o que o distancia do modelo do concerto. Já o mesmo não sucede no Andante, de estilo melódico e expressivo, em que é dado destaque ao solo do oboé. Este andamento termina com uma cadência que providencia a ligação com um Allegro de carácter animado, marcado pelo diálogo entre os quatro solistas. O papel dos solistas volta a perder relevância no último andamento, constituído por dois minuetos. Como é costume em relação a este género, os dois minuetos têm cariz contrastante e a sua performance é alternada, sendo o primeiro repetido no final.


    Helena Marinho, 2015

x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE