Error loading MacroEngine script (file: artista-header.cshtml)
  • Para a composição desta obra orquestral inspirada na música do guitarrista de jazz Bill Frisell, residente em Seattle, Luís Tinoco enveredou numa espécie de jogo de palavras. O título da obra, FrisLand, é o nome de uma ilha imaginária que apareceu em muitos mapas do Norte do Oceano Atlântico durante um século completo após o seu registo em 1558 por Nicolo Zeno, membro de uma respeitada família italiana de cartógrafos.

    Tinoco descreve a sua composição como “uma viagem imaginária através de um mundo sonoro (também imaginário) inspirado na música de Frisell”. Depois de ouvir atentamente inúmeras composições e improvisações do guitarrista, começou a compilar fragmentos – ou, como os chamou, “friselprints” [impressões de Frisell] – que serviram como material de base para a composição orquestral. Segundo Tinoco, “apesar de haver algumas citações na partitura, não pretendi fazer qualquer espécie de pastiche, nem fazer música ao estilo de Frisell como se o próprio estivesse a escrever para orquestra. Pretendi usar a minha própria linguagem, como se visitando, contudo, essa terra imaginária pintada com as paisagens sonoras de Bill”.

    FrisLand começa com uma chacona lenta (uma forma musical muito antiga baseada numa linha de baixo que se repete ciclicamente), evocando talvez os dedicados – e por vezes perniciosos – cartógrafos dos séculos XVI e XVII. A consciência do espaço torna-se um dos aspectos centrais da música, como acontece nos gestos gaguejantes que circulam pelas madeiras e metais. Algumas das “friselprints” de Tinoco emprestam à música um colorido melódico que nos remete para o blues, em linha com as tendências do próprio Frisell, como acontece na utilização de um padrão melódico baseado numa escala com o sétimo grau menor, uma “blue note” por excelência. 

     


    AARON GRAD

    Tradução: Liliana Marinho

x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE