Error loading MacroEngine script (file: artista-header.cshtml)
  • 1. Adagio – Allegro moderato – Poco adagio

    2. Allegro moderato – Presto – Maestoso – Allegro

     

    A Sinfonia n.º 3 de Saint-Saëns é considerada uma obra de maturidade no conjunto da produção musical do compositor. Reconhecido como um importante nome da música na Europa, recebeu o convite para compor uma Sinfonia para a Royal Philharmonic Society. A estreia teve lugar em Londres, a 19 de Maio de 1886, sob direcção do próprio compositor. Em França, a obra foi apresentada ao público em Janeiro de 1887, com boa receção por parte do público e da crítica. Entre a estreia absoluta e a nacional, um evento tivera considerável impacto em Saint-Saëns: a morte do seu amigo e compositor Franz Liszt, que muito admirava e a quem passou a dedicar esta sinfonia. Saint-Saëns considerava Liszt como um dos compositores mais importantes da segunda metade do séc. XIX, não apreciando que o reduzissem apenas ao seu papel de virtuoso do piano. Na realidade, encontramos na Sinfonia n.º 3 várias influências lisztianas que marcaram a linguagem sinfónica de outros compositores contemporâneos de Saint-Saëns.

    O compositor procurou colocar nesta obra todos os elementos do grande virtuosismo pianístico e da orquestração sumptuosa da tradição romântica, e outros que importa analisar. Saint-Saëns pretendia compor uma sinfonia que conjugasse os elementos de uma sinfonia tradicional com aqueles de um poema sinfónico, reflectindo tal ideia ao nível formal. Segundo o compositor, a Sinfonia n.º 3 “Órgão”divide-se em duas partes, ainda que inclua os quatro andamentos da sinfonia tradicional. O primeiro andamento apresenta alterações formais no desenvolvimento, que introduzem o Poco adagio. Por seu turno, o Scherzo está ligado ao final por um processo similar. Existe na Sinfonia um certo sentido orgânico de transformação temática, inspirado na abordagem de Liszt, e que marca não apenas o desenvolvimento, mas sobretudo a estrutura.

    O primeiro andamento, Adagio¬–Allegro moderato¬–Poco adagio, inicia com uma introdução breve e lenta com um motivo depois utilizado ao longo da obra, seguindo-se um Allegro com um tema de carácter mais romântico. O segundo tema é mais lírico e desenvolve-se com outros motivos que concedem uma dimensão orgânica ao andamento, num ambiente mais sereno que prepara o Poco adagio, com intervenção do órgão. O diálogo com as cordas permite desenvolver um quadro sonoro de grande beleza e serenidade, com um tema contemplativo.

    O segundo andamento, Allegro moderato – Presto – Maestoso – Allegro, inicia de modo vivo, quase como um scherzo, com uma transformação considerável do material temático da Sinfonia, com arpejos e escalas velozes no piano. No Maestoso, o órgão e o piano contrastam com o papel dos metais, em momentos de quase fanfarra, continuando a exploração e transformação temática. De destacar os múltiplos recursos utilizados pelo compositor, como o estilo fugado ou a secção quase pastoral, enriquecendo e tornando mais denso o discurso musical da Sinfonia. Conforme afirmou Saint-Saëns, neste andamento “existe uma luta pelo domínio musical, que termina com a derrota do elemento mais inquieto e diabólico”. Estas forças encontram-se bem espelhadas na escrita orquestral através dos contrastes tímbricos entre os naipes e da própria concepção das texturas orquestrais, como fica patente no final triunfante e, de certo modo, luminoso, que o compositor idealiza para a sua mais relevante Sinfonia.

     


    Pedro Russo Moreira, 2017 

x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE