Error loading MacroEngine script (file: artista-header.cshtml)
  • 1. Moderato (Dó maior)

    2. Andantino (Lá bemol maior)

    3. Allegro moderato (Fá menor)

    4. Moderato (Dó sustenido menor)

    5. Allegro vivace (Fá menor)

    6. Allegretto (Lá bemol maior)

    Franz Schubert (1797-‑1828) foi um dos principais cultores das pequenas formas. Escreveu mais de 500 peças características e danças para piano e piano a 4 mãos, entre marchas, ländler, valsas, écossaises, scherzos e minuetos, destinadas a serem interpretadas no seio do seu círculo de amigos, nas célebres “schubertiadas”.

    Os Seis Momentos Musicais,op. 94 (D. 740) são um exemplo óbvio da maestria com que Franz Schubert manejava as pequenas formas – apesar de o título ter sido atribuído pelo editor, Marcus Leidesdorf, quando os publicou na Primavera de 1828. Cada um dos seis Momentos Musicais comunica um estado de espírito diferente. O primeiro, em Dó maior (Moderato), assemelha‑se a um minueto pela graciosidade e expressividade que transmite. A secção central faz lembrar o movimento da água num riacho. O segundo, em Lá bemol maior (Andantino), é uma peça de profunda introspecção. A verticalidade e circunspecção da secção inicial, que repete três vezes, como se fosse uma espécie de refrão, contrasta com a angústia e a ansiedade que emanam da primeira secção intermédia, especialmente das notas repetidas da melodia. Depois de um grito desesperado, a peça regressa à verticalidade da secção inicial esvaindo-se numa pacífica resignação. O Momento Musical n.º 3, em Fá menor (Allegro moderato), é a obra mais conhecida de todas. O seu carácter assemelha-se a uma típica dança vienense, seja pela elegância que lhe confere o staccatto da mão esquerda, seja pela graça que transmitem as apoggiaturas da mão direita. Curiosamente, aquando da sua primeira publicação, em 1823, foi chamada de Air Russe (Dança Russa). À peça mais curta e mais leve, segue-se a mais desenvolvida e a mais original das seis. O Momento Musical n.º 4, em Dó sustenido menor (Moderato), faz lembrar Bach pela textura quadrada e pelo rigor métrico. Todavia, Franz Schubert confere-lhe um cunho romântico, ao compor uma belíssima secção central dominada por um ritmo sincopado, que parece querer imitar apaixonados suspiros. Fúria, energia e vigor são os termos que caracterizam o Allegro vivace do Momento Musical n.º 5, em Fá menor. O ciclo termina como começou, com um minueto-trio intitulado, na edição de 1824, Plaints d’un troubadour (Lamentos de um trovador), que alia o lirismo melódico à sofisticação harmónica.

     


    Ana Maria Liberal, 2016

x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE