• 1. Mit Lebhaftigkeit und durchaus mit Empfindung und Ausdruck

    (Com vivacidade e de uma ponta à outra com sentimento e expressão)

    2. Nicht zu geschwind und sehr singbar vorgetragen

    (Não muito rápido e com uma forma de tocar muito vocal)

     

    Foi no ano de 1814 que a carreira de Beethoven atingiu o seu ponto mais alto, no que se refere ao número de obras encomendadas e à aclamação do público. A sua vida pessoal, porém, atravessava uma profunda crise. O grande amor de Beethoven, Antoine Brentano, um amor impossível pois ela era casada e mãe de três filhos, saiu de Viena em 1812 deixando o compositor imerso numa grave depressão. Apesar do desgosto, Beethoven juntou-se ao sentimento patriótico que atravessou Viena nos dois anos seguintes, muito por causa da derrota infligida pelo general Wellington a Napoleão. Em 1814, o compositor esteve imerso na revisão da ópera Fidelio, levada à cena em Maio, e na escrita da Sonata n.º 27 em Mi menor, op. 90, dedicada ao Conde Moritz Lichinowsky, irmão do príncipe Karl Lichinowsky, patrono e grande amigo do compositor, para comemorar o seu casamento com uma actriz, um casamento realizado contra a vontade da família. É a primeira obra para piano de Beethoven desde 1810 e a primeira sonata com dois andamentos. Pela primeira vez, também, as indicações de andamento são escritas na língua materna do compositor, o alemão, em vez das tradicionais e habituais indicações em italiano, numa atitude que Barry Cooper associa ao movimento patriótico anteriormente referido. Schindler descreve os dois andamentos da sonata como “combate entre o coração e a razão” e “conversa com a amada”, respectivamente, numa clara referência à história de amor do Conde.

    O primeiro andamento, Mit Lebhaftigkeit und durchaus mit Empfindung und Ausdruck (Com vivacidade e de uma ponta à outra com sentimento e expressão), escrito na tonalidade de Mi menor, é dominado por um motivo em acordes, curto e conciso, que se repete em forma de “pergunta e resposta” com recurso a dinâmicas contrastantes – forte e piano. Uma curtíssima linha melódica com a indicação dolce intersecta os acordes. O andamento está pejado de momentos de indecisão e de tensão identificados pelas suspensões, pelas acentuações, pelos contrastes dinâmicos, pelo recurso alternado aos registos grave e agudo, pelos ritardando e pelos in tempo.

    Para o segundo andamento, Nicht zu geschwind und sehr singbar vorgetragen (Não muito rápido e com uma forma de tocar muito vocal), Beethoven compõe um rondó em Mi maior, uma espécie de “picardia” tonal depois de um primeiro andamento no modo menor. Um tema cantabile, suave, pleno de lirismo que remete para a tradição do lied, constitui o refrão que alterna com vários episódios com os quais partilha algum do material motívico. O pianissimo com que Beethoven encerra o andamento (e a Sonata) deixa no ar uma ternura e uma delicadeza reconfortantes.

     


    Ana Maria Liberal, 2017