Projectos

Orelhudo!

Ensemble de Gamelão Casa da Música

Sonorium

  • Orelhudo!

    O Orelhudo! é livre e universal. Livre porque pode ser usado por tudo e por todos, entrando sem restrições na sala de aula e na sala de casa, bastando apenas digitar o seu endereço no navegador. Universal porque hoje é uma ferramenta vista e usada em vários continentes onde se fala a língua portuguesa. O Orelhudo! possibilita a audição musical diária, enquadrada com acontecimentos registados em cada data ou efemérides inscritas no calendário civil. Tendo sido concebido inicialmente para o primeiro ciclo do ensino básico, é hoje utilizado por um grupo alargado de educadores, do pré-escolar ao ensino vocacional de música. Existe em duas versões: a versão normal e a versão professor, que permite aos docentes um uso ainda mais eficaz desta ferramenta criada pela Casa da Música. Por ser de acesso livre é igualmente usada em casa por famílias que, com base nos textos associados a cada música, esclarecem as crianças sobre as razões da escolha dos temas para as respectivas datas. A oferta musical é um grande buffet que vai do repertório erudito à electrónica, passando pelas mais diversas sonoridades de todo o planeta.

    Visite-nos em orelhudo.casadamusica.com

    Mais info e sugestões orelhudo@casadamusica.com


    Sessões
  • Ensemble de Gamelão Casa da Música

    Jorge Queijo e Maria Mónica direcção musical

     

    Composto por músicos da cidade que olham para o gamelão como uma fonte inesgotável de timbres, este ensemble da Casa da Música explora as sonoridades do instrumento tradicional indonésio, originário da Ilha de Java, num trabalho único de que, entre outros feitos, já resultou a edição de um álbum de originais, Kanjeng Lor, cujo repertório serviu de base ao concerto do Ano Oriente, em 2014. Neste ano lectivo, o ensemble apresenta o seu primeiro concerto para bebés, Kenong Penontong.


    Sessões
  • Sonorium

    Transformar o espaço em som é a possibilidade que o Sonorium nos oferece. Com este instrumento musical, que utiliza um sensor tridimensional e software open-source desenvolvido pela Worten Digitópia, vários espaços da Sala Laranja disparam sons diferentes quando ocupados pelo público. Podemos assim criar música através do movimento e da interacção com o espaço, em grupo ou individualmente. Este ano serão quatro as instalações temáticas que convidam a explorar o Sonorium.

x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE