Sexta Maior

Formar orquestras, criar um coro ou percutir com o corpo são os desafios lançados a turmas do Ensino Básico (a partir do 3.º ano), Secundário e Vocacional de Música. Em ambiente informal, dão-se propostas de realização musical que validam a força de um colectivo e a intercomunicação. Legitimando a improvisação e iniciativa de cada elemento, com um guia de trabalho predefinido, estas oficinas tornam a Sexta Maior – não só porque ocupam a manhã (10:00-12:30) e encerram com uma pequena performance, mas sobretudo porque deixam no grupo boas memórias musicais que, na escola, podem ser resgatadas.

  • Orquestra da Escola

    27 DE OUTUBRO

    Sexta 10:00-12:30 · Apresentação 12:30 · Vários Espaços

    Escolas do Ensino Básico (a partir do 3º ano), Secundário e Vocacional de Música 

    € 3

    Daniela Castro, Daniel Sousa, Nuno Peixoto e Óscar Rodrigues, formadores

     

    Vai ser bom reunir estas famílias: cordas, teclas, sopros e percussões, entre madeiras e metais, chamam a diversidade a uma sessão que há-de contar a nossa história musical. Com instrumentos pessoais, da escola ou da Casa, todos os participantes interagem, improvisam e fazem nascer a orquestra feliz.


    Sessões
  • Percussão Corporal

    26 DE JANEIRO

    Sexta 10:00-12:30 · Apresentação 12:30 · Vários Espaços

    Escolas do Ensino Básico (a partir do 3º ano), Secundário e Vocacional de Música

    € 3

    Artur Carvalho, Bruno Estima, Joaquim Alves e Jorge Queijo formadores

     

    Convoca-se o corpo inteiro para uma oficina onde a natureza humana vale tudo. Da cabeça aos pés, descobres-te como instrumento musical. Porque bater palmas é pouco, exploras o beatbox e desencantas recursos sonoros que, afinal, sempre estiveram contigo. Onde cada um dá o que tem, o grupo lança-se ao ritmo.


    Sessões
  • No Mundo dos Sons!

    02 DE MARÇO

    Sexta 10:00-12:30 · Apresentação 12:30 · Vários Espaços

    Escolas do Ensino Básico (a partir do 3º ano), Secundário e Vocacional de Música

    € 3

    Miguel Ramos, Pedro Augusto, Ricardo Baptista e Tiago Oliveira formadores

     

    Sem preconceitos, vamos reunir todo o tipo de instrumentos. Podem ser acústicos ou tecnológicos, tradicionais ou originais, saídos da loja ou feitos na escola. Entram os vossos e os nossos. Por sons convencionais, reciclados e mestiçados, improvisando à nossa vontade, a música mostra que nunca foi esquisita.


    Sessões
  • A Escola que Canta

    11 DE MAIO

    Sexta 10:00-12:30 · Apresentação 12:30 · Vários Espaços

    Escolas do Ensino Básico (a partir do 3º ano), Secundário e Vocacional de Música

    € 3

    António Miguel Teixeira, Joana Araújo, Paulo Neto e Tiago Oliveira formadores

     

    Inspira, expira e canta. Espanta a vergonha, respira liberdade de expressão e descontraidamente, de forma divertida, afina só por esta ideia: explorando técnicas vocais simples, relaxando o corpo e a mente, é pela união de todas as vozes, sem deixar ninguém de fora, que o coro ganha poder


    Sessões