Error loading MacroEngine script (file: artista-header.cshtml)
  • Ievgen Orlov nasceu na Ucrânia. Os seus projectos mais recentes levaram-no a salas como a Ópera Real Dinamarquesa (Comendador em Don Giovanni), a Metropolitan Opera (Sparafucile e Comendador), a Ópera Alemã de Berlim (Timur, Ludovico e Sparafucile), a Ópera de Leipzig (Filippo), o Teatro Municipal do Chile (Oroveso), entre outros. Apresentou-se também como Il Grande Inquisitore na Ópera de Israel e no Festival Verdi do Teatro Real de Parma; Zaccaria e Oroveso na Ópera Alemã de Berlim; e Sparafucile na Ópera Estatal de Hamburgo. Desde a temporada 2016/17, é membro solista da Ópera Alemã de Berlim, onde já interpretou os papéis de Comendador, Colline, Bonzo, Varlaam, Pimen, Zuniga, Timur, Rei, Sparafucile, Bosun e Angelotti.

    Na temporada 2015/16 apresentou-se no Teatro de la Maestranza de Sevilha (Koch em Der König Kandaules), na Metropolitan (Commendador em Don Giovanni e Rei em Aida) e no Festival Klosterneuburg (Monterone). Nos anos anteriores, assumiu os papéis de Príncipe Gremin na Ópera Alemã de Berlim, Bonzo no Liceu de Barcelona e Basílio no Teatro Nacional do Chile. Entre os seus projectos mais recentes inclui-se Oroveso na Metropolitan, Padre Guardiano e Calatrava na ABAO (Bilbau), Comendador na Ópera de Oviedo, Zaccaria na Ópera de Montréal e no Festival Noites Líricas de Sanxay, e Sir Giorgio em Puritani. Participou no programa “Young Singers Project” do Festival de Salzburgo, em 2010. No mesmo ano, foi solista convidado num Concerto de Gala da Ópera do Quebeque. No ano seguinte, interpretou os papéis de Filippo II no Teatro de la Maestranza de Sevilha (encenação de Giancarlo del Monaco), Ramfis e Comendador na Metropolitan, Zaccaria e Padre Guardiano na ABAO, e Loredano e Comendador na Ópera de Los Angeles.

    Ievgen Orlov iniciou os estudos musicais em 1998, na Academia de Música de Donetsk, e formou-se como violoncelista em 2002. Em 2004 iniciou os estudos vocais na Academia de Música Nacional Tchaikovski da Ucrânia. Durante o período da sua formação, foi galardoado com diversos prémios em concursos internacionais de canto, de entre os quais: The Art of XXI Century (Kiev, 2008 — Grande Prémio), Concurso Vocal Alchevskii (Carcóvia, 2007 — Grande Prémio), Concurso Vocal Lysenko (Kiev, 2007 — 2.º Prémio) e Concurso Vocal S. Krushelnytska (Lviv, 2009 — 2.º Prémio). Foi ainda premiado no concurso internacional Operalia, em 2010.

    Desde 2006, é solista na Ópera Nacional da Ucrânia, onde já se apresentou nos papéis de Príncipe Gremin(Eugene Onegin), Rei René (Iolanta), Malyutae Sobakin(A Noiva do Czar), Banquo (Macbeth), Monterone (Rigoletto), Konchak(Príncipe Igor), Bonzo(Madama Butterfly), Faraóe Ramfis (Aida), Basílio (O Barbeiro de Sevilha) e Creonte (Oedipus Rex). O seu repertório inclui também os Requiem de Verdi e de Mozart e as Paixões de Bach. Tem participado em digressões da Ópera Nacional da Ucrânia à Rússia e a outros países, trabalhando com maestros como Igor Blazhkov, Marco Armiliato, Daniel Oren, James Conlon, Plácido Domingo, Riccardo Frizza, Alan Gilbert, Josep Pons e Alexander Vedernikov.

     


    2022

x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE