Error loading MacroEngine script (file: artista-header.cshtml)
  • Rui Pinheiro é Maestro Titular da Orquestra Clássica do Sul desde Janeiro de 2015 e foi recentemente apontado Director Artístico do FIMA – Festival Internacional de Música do Algarve. Entre 2010 e 2012 foi Maestro Associado da Orquestra Sinfónica de Bournemouth (Reino Unido) onde dirigiu mais de uma vintena de programas, destacando-se os Hall of Fame e as celebrações do Jubileu da Rainha Elisabeth II. Foi Maestro da Orquestra do Conservatório Nacional de Lisboa (2005 – 2008) e em Londres foi Director Musical do Ensemble Serse, companhia de ópera barroca com instrumentos de época, e fundou o Ensemble Disquiet, dedicado à divulgação da música contemporânea portuguesa (2008 – 2010).

    Em Portugal dirigiu as principais orquestras. Destacam-se recentes concertos com a Orquestra Sinfónica Portuguesa, Orquestra Gulbenkian, Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra Clássica da Madeira e Filarmonia das Beiras.

    Após a sua estreia operática no Teatro Nacional de São Carlos, com A Filha do Regimento de Donizetti (2014), dirigiu em 2015 Los Diamantes de la Corona de Barbieri, produção do Teatro de Zarzuela de Madrid.

    Com a Orquestra Clássica do Sul destacam-se projectos como a integral dos Concertos para Piano de Beethoven, a 4ª Sinfonia de Mahler em parceria com a Universidade de Évora, concertos com Vitorino, Janita Salomé e os Cantadores do Redondo, Carlos Guilherme, Kátia Guerreiro, e produções de Rita de Donizetti com a companhia All’Ópera e Matrioska com a Companhia de Dança do Algarve.

    No Reino Unido destacam-se concertos com a Orquestra da Ópera Nacional de Gales (com Julian Lloyd-Weber) no Festival Internacional de Fishguard (2012), concertos nos festivais Vienna - City of Dreams da Orquestra Philharmoniae nos BBC Proms-Plus em directo para a BBC – Radio 3 (2009-2010).

    Entusiasta de música contemporânea trabalhou com compositores como Kenneth Hesketh, Alison Kay, Augusta Read Thomas, Stephen MacNeff, Pedro Faria Gomes, Luís Soldado, Bruno Gil Soeiro, Luís Tinoco, Nuno Côrte-Real, Isabel Soveral, Clotilde Rosa, entre outros, de quem dirigiu diversas estreias mundiais. Dirige regularmente o GMCL – Grupo de Música Contemporânea de Lisboa.

    Em 2016 destacam-se diversos concertos com a Orquestra Clássica do Sul, Orquestra Gulbenkian – estreia da ópera 3 Mil Rios de Victor Gama; Orquestra Sinfónica Portuguesa - estreia moderna do Te Deum de Marcos Portugal; Orquestra Sinfónica ‘Oltenia’ de Craiova (Roménia) e Ensemble KNM Berlim (Alemanha).

    Após os seus estudos musicais em Portugal (licenciatura em piano na ESMAE e Mestrado em Artes Musicais da Universidade Nova de Lisboa) e na Hungria (pós-graduação em piano e música de câmara na Academia Ferenc Liszt de Budapeste), obteve o Mestrado em Direcção de Orquestra no Royal College of Musicde Londres onde estudou com Peter Stark e Robin O’Neill. Trabalhou ainda com Jorma Panula e Colin Metters. Fez preparação musical para os maestros Sir Roger Norrington, Esa-Pekka Salonen, Vladimir Jurowski, John Wilson entre outros.

    Rui Pinheiro é agenciado por Worldwide Artists, Lda.

     


    2017

  • Obras relacionadas

      • Ordernar por

    • more
  • Ver & Ouvir

  • Documentos
    Documentos associados
x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE