Error loading MacroEngine script (file: artista-header.cshtml)
  • O violinista virtuoso Dmitry Sinkovsky estava a receber formação no Conservatório de Moscovo – onde se diplomou em 2005 – com vista a uma carreira internacional quando a sua curiosidade o levou ao encontro do repertório mais antigo. Desde então, tem ganho inúmeros prémios em importantes concursos tais como o Prémio Bonporti em Itália (2005), Concurso Bach em Leipzig (2006), Concurso Musica Antiqua em Bruges (1º prémio e prémios do público e da crítica, 2008), Prémio Romanus Weichlein no Concurso Biber na Áustria (2009) pela sua “extraordinária interpretação das Sonatas do Rosário de Biber” e 1º Prémio no Concurso Telemann em Magdeburgo (2011).

    Tanto a crítica como o público elogiam a sua capacidade para tocar com emoção enquanto interpreta música de dificuldade transcendente. Dmitry Sinkovsky é amplamente requisitado como solista, concertino e maestro, com uma agenda intensamente preenchida de actuações na Europa, Rússia e América do Norte. Lidera o agrupamento La Voce Strumentale, que fundou em Moscovo em 2011, e trabalha com algumas das melhores orquestras barrocas da actualidade, entre as quais Il Giardino Armonico (Itália), Concerto Köln (Alemanha), Arion Baroque Orchestra (Canadá), Pratum Integrum e Musica Petropolitana (Rússia), Armonia Atenea (Grécia), Orquestra Barroca de Helsínquia (Finlândia), Orquestra Barroca de Sevilha (Espanha) e Il Pomo d’Oro (Itália). Entre as temporadas de 2012 e 2014 foi maestro convidado de Il Complesso Barocco, acompanhando a aclamada meio-soprano Joyce DiDonato na sua digressão de concerto “Drama Queens” – passando pelas principais salas de concerto da Europa e EUA.

    Dmitry Sinkovsky gravou para as editoras Naïve e Caro Mitis, e toca frequentemente para as rádios alemãs BDR, WDR e NDR. Ensina violino e viola no Conservatório de Moscovo. Nos últimos anos também a sua voz tem sido reconhecida, motivando solicitações para se apresentar como contratenor.

    Como laureado do Concurso Jumpstart Jr. nos Países Baixos, Dmitry Sinkovsky tem-se apresentado com um violino Francesco Ruggeri de 1680.


    2016

x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE