Error loading MacroEngine script (file: artista-header.cshtml)
  • John Williams nasceu em 1932, em Nova Iorque, e foi nomeado 50 vezes para os Óscares, tendo ganho cinco estatuetas. 

    John Williams  escreveu para um dos maiores êxitos do cinema, o filme de Steven Spielberg E.T. – O Extraterrestre, de 1982. O autor deste arranjo é o holandês Ton van Grevenbroek (1959), trompetista e maestro com forte presença no universo das bandas de sopros. O desafio proposto a Williams era o de criar uma banda sonora que desse origem a uma sensação de simpatia pelo ser extraterrestre, uma intenção que atravessa também todo o enredo do filme. O compositor explora a politonalidade – uso de duas tonalidades sobrepostas que resulta numa sonoridade harmónica mais áspera – e assume uma atitude modernista que se enquadra no ambiente de mistério e misticismo. Curioso será notar que a total identificação de Spielberg com a linguagem do compositor o leva mesmo a adaptar a edição do filme à música já escrita: a perseguição final que vemos no final do filme foi adaptada à partitura de Williams, porque Spielberg a considerou tão perfeita que não quis que sofresse qualquer alteração.

     


x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE