Coro

Século após século, a voz fascina todos os criadores da arte musical com a sua capacidade de expressar emoções, conferir dimensão dramática às palavras, explorar ruídos e tanto quanto possamos imaginar. Partindo do tema do Amor, transversal à programação de 2022 na Casa da Música, a assinatura do Coro percorre vários momentos da história da música com propostas verdadeiramente aliciantes.

A prestigiada maestrina sueca Sofi Jeannnin, que tem desenvolvido laços estreitos com o Coro, regressa este ano para dirigir dois programas. Logo na inauguração da temporada, traz algumas das mais célebres canções de Brahms e os símbolos amorosos que marcam os Cinq Rechants de Messiaen, num concerto com a participação do duo dos pianistas Luís Duarte e Lígia Madeira. Mais tarde, dirige uma obra-prima da música russa, as Vésperas de Rachmaninoff. Outro dos expoentes da direcção coral da actualidade, Stephan Layton, é também convidado a regressar para dirigir um programa marcado pela religiosidade de Palestrina e de Bruckner. A figura maior do Barroco, Johann Sebastian Bach, está no centro do concerto de estreia da norueguesa Grete Pedersen à frente do Coro Casa da Música — uma maestrina especialmente premiada precisamente pelo registo de obras de Bach. Outra estreia será a do maestro Pedro Teixeira, figura destacada do panorama nacional da música coral, num programa recheado de ambientes misteriosos e oníricos. O festival Música & Revolução põe os músicos do Coro frente a frente com partituras fascinantes: desde a incontornável Hallelujah, de Mauricio Kagel, que representa não só um desafio musical mas também teatral, ao experimentalismo de Cornelius Cardew.

Mas o ano de 2022 traz também a oportunidade de escutarmos o Coro na companhia de outros agrupamentos da Casa. Ao lado da Orquestra Sinfónica interpreta o Requiem de Verdi e a Grande Missa em Dó menor de Mozart, obras imponentes que conquistam qualquer melómano, mas também uma peça de juventude de Gustav Mahler e o comovente Credo de Arvö Part. O Natal celebra-se com a Orquestra Barroca e a Missa Cellensis de Haydn, prometendo inspirar tanto os músicos quanto o público.

 

09.01 VALSAS DE AMOR

06.03 O MUNDO DE BACH

09.04 REQUIEM DE VERDI

22.04 HALLELUJAH

23.04 CREDO

24.04 CAMINHOS

29.05 CANÇÕES NOCTURNAS

16.10 VÉSPERAS DE RACHMANINOFF

29.10 HISTÓRIAS DE AMOR

05.11 ESPLENDOR CORAL

12.11 MISSA DE MOZART

20.12 NOITE DE PAZ, NOITE DE AMOR*

21.12 NOITE DE PAZ, NOITE DE AMOR*

 

12 CONCERTOS € 100,80 40% desconto

CARTÃO AMIGO € 75,60

25% desconto sobre o preço de assinatura *uma das datas à escolha para cada concerto

x
A Fundação Casa da Música usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras. Para obter mais informações ou alterar as suas preferências, prima o botão "Política de Privacidade" abaixo.

Para obter mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Política de Privacidade e Cookies.
A qualquer altura pode alterar as suas definições de cookies através do link na parte inferior da página.

ACEITAR COOKIES POLÍTICA DE PRIVACIDADE